CORTE E SOLDAGEM EM AMBIENTES CONFINADOS – DDS.

Corte e soldagens em ambientes confinados trazem grandes riscos à vida e à saúde, pois há a possibilidade de ocorrer intoxicação, explosão, incêndio, choque elétrico, etc.

Gases inertes usados em soldagem como: Argônio e CO2, por exemplo, podem matar uma pessoa em poucos instantes sem que ela perceba o que está ocorrendo.

Por esse motivo é fundamental que seja garantido ar respirável, com renovação constante e que seja garantido no mínimo 19,5% de oxigênio. Isso pode ser feito com ventiladores e exaustores e/ou por meio de máscara facial com linha de ar mandado ou com cilindro de ar comprimido.

É sempre bom lembrar que o corte e a soldagem executados em ambientes confinados geram gases, fumaças, vapores e misturas explosivas, além de raios (ultravioleta e infravermelho) que agridem os olhos e a pele.

Por isso, para a liberação de trabalhos nessas condições, são necessárias as seguintes medidas de prevenção e proteção:

Todas as etapas do trabalho devem ser planejadas, iniciar cada tarefa mediante Permissão de Trabalho e assessoramento de profissional de Segurança;

Não permitir execução de trabalhos de pintura e limpeza de peças com desengraxantes em espaços confinados onde serão executados corte e soldagem;

Deverá ser garantido ar respirável, permanentemente renovado, com no mínimo 19,5% de oxigênio e totalmente isento de gases ou vapores perigosos;

Nunca usar oxigênio puro na ventilação de espaços confinados, assim evita-se a formação de atmosfera explosiva;

Afastar e/ou proteger as mangueiras de suprimento de ar, de fontes de fagulhas, partículas incandescentes e arestas cortantes, mantendo o ambiente organizado e limpo;

Providenciar iluminação adequada (máximo de 12 v corrente contínua; 


Manter um observador treinado, do lado de fora, junto a boca de visita, esse colaborador terá a função de auxiliar o(s) executante(s) em situação de emergência;

As equipes executantes devem dispor de recursos adequados de comunicação e conhecer o sistema de controle de emergência da empresa e os procedimentos a adotar em caso de acidente e/ou incidente;

Como vimos, trabalhos em ambientes confinados requerem critérios e procedimentos adequados para a preservação da vida, da saúde e das instalações da empresa. 

Portanto, mais uma vez "prevenção e proteção" É  o melhor caminho.


Comentários

Postagens mais visitadas

O USO DO LEITE COMO DESINTOXICANTE NAS INDÚSTRIAS – DDS.

Fábula da xícara cheia – DDS de reflexão.

QUANTO CUSTA UM ACIDENTE? – DDS