DIREÇÃO DEFENSIVA – DDS.

O veículo a motor, como qualquer outra máquina, exige que o ser humano esteja qualificado tecnicamente e mentalmente para operá-lo seguramente. 

O cidadão comum não dispõe de qualquer outra máquina ou dispositivo que lhe dê a sensação de tanto poder, por isso é importante que estejamos cientes do risco que corremos ao conduzir qualquer veículo.

Recomendações:

Velocidade: respeitar os limites de velocidade é dever de todos quantos querem transitar com segurança e tranqüilidade;

Combustível: antes de entrar na rodovia, revise o nível do reservatório de combustível;

Distância obrigatória: não respeitar a distância regulamentar é colocar em risco a segurança de todos que estão no veículo e também dos demais usuários da via;

Bebida: se dirigir não beba, e se beber não dirija;

Cinto de segurança: todos que estiverem no veículo devem utilizar o cinto de segurança, tanto no banco da frente quanto os do banco de trás;

Crianças: lugar de criança é no banco de trás, na cadeirinha e com cinto de segurança;

Ultrapassagens: as ultrapassagens devem ser feitas pela esquerda e somente em locais permitidos.

10 REGRAS BÁSICAS DO MOTORISTA DEFENSIVO:

Antecipar o comportamento dos outros e deixar para si uma saída;

Manter no mínimo uma distância razoável entre seu carro e o da frente;

Sinalizar todas as manobras, deixando os outros motoristas e pedestres informados;

Obedecer às leis do trânsito;

Dirigir com calma;

Manter os veículos em bom estado, em especial freios, pneus e parte elétrica;

Evitar mudanças bruscas de rumo de velocidade, salvo em emergências;

Andar na sua faixa de tráfego, mantendo a atenção nos retrovisores e veículos a sua frente, mantendo distancia suficiente de parada;

Antes de mudar de faixa, observar os pontos cegos, não visíveis no retrovisor;

Ultrapassar somente com total segurança.


Dirija defensivamente para evitar acidentes.



Comentários

Postagens mais visitadas

O USO DO LEITE COMO DESINTOXICANTE NAS INDÚSTRIAS – DDS.

Fábula da xícara cheia – DDS de reflexão.

QUANTO CUSTA UM ACIDENTE? – DDS