Tecnólogo em Segurança - Reconhecimento pelo MEC.


Prezados companheiros:

Tenho recebido centenas de e-mail’s demonstrando a intranquilidade da classe dos Técnicos em Segurança com o reconhecimento por parte do MEC da profissão de Tecnólogo em Segurança do Trabalho.

No meu humilde entendimento, o fato do MEC ter reconhecido a profissão, não quer dizer que a mesma foi regulamentada pelo MTE e muito menos que Lei 7.410, de 27 de novembro de 1985, tenha sido revogada.

Desse modo, não vejo motivo para tanta preocupação por parte dos Técnicos que atuam na área; nossa profissão é regida por Lei que a protege (sorte nossa), minha angustia está na nossa desunião para coibir esses absurdos.

Muita água ainda vai rolar, se eu conheço o CREA como entidade defensora da classe dos Engenheiros, creio que não vai permitir com tanta facilidade essa proeza de certo Deputado que por interesse próprio/financeiro divulga através de seus asseclas essas informações (inscrições para curso ainda não regulamentado em sua própria Faculdade).

 O Sindicato e a Confederação dos Técnicos, não se pronunciaram até o momento, pelo menos não tenho essa informação, como disse, foi apenas reconhecimento de uma profissão por porte do MEC.

Companheiros, nessas horas é que sentimos a necessidade, a importância da criação do nosso próprio Conselho de Classe, temos que lutar para não mais ficarmos vulneráveis a essa picaretagem de determinados políticos e entidades arrecadadora de dinheiro dos mais desavisados.

Marcio Santiago Vaitsman





"Prevencionista, se você gostou, compartilhe esse blog com seus amigos e um dia verá que essa atitude faz parte da sua história”.

Comentários

  1. O MEC só aprova o curso não a profissão.

    Nilows
    Tec. em Segurança
    Funcionário Público Federal

    ResponderExcluir
  2. O texto reflete exatamente a sua indagação, uma coisa é o reconhecimento de uma profissão por parte do MEC ( os tecnólogos estão de parabéns pela batalha travada), agora, outra coisa é a Regulamentação da profissão por parte do MTE.

    Saudações prevencionistas.

    ResponderExcluir
  3. Aí...já estão podendo fazerem concursos? Ou assinando documentos? Ou ainda, estão já conseguindo trabalho pelo menos? Então o que importa é a regulamentação pelo MTE e não o MEC. Se não estão podendo nada disto então não estamos (nós tecnicos e engenheiros) intranguilos já que não há concorrência.

    Nilows
    Tec. em Segurança
    Funcionário Público Federa

    ResponderExcluir
  4. Nilows disse:
    Abriu CONCURSO para Petrobras BH Distribuidora!, Vejam o edital e se inscrevam, caros tecnólogos!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Pelo que pude ver nos comentários e nos próprios textos espalhados na net, a dita INTRANQUILIDADE ou INDIGNAÇÃO por parte dos prevencionistas é, justamente com a tal da concorrência para com os profissionais formados por estes cursos que preparam melhor para o mercado de trabalho, com uma carga horária adequada.
    Falando da Engenharia de Segurança no Trabalho, este é um curso consolidado a décadas nos EUA e Europa em nível de graduação, além de outros cursos mais específicos derivados deste.. Mas no Brasil, por sermos o país com o menor índice de acidentes de trabalho e com as melhores condições de trabalho, cursos que preparam melhor os profissionais da área são desnecessários, uma vez que podem gerar concorrência.
    Vale lembrar que quando há concorrência, somente os melhores se estabelecem. Então se preocupar por que? Somos um país de primeiro mundo em todos os aspectos, não é verdade...?
    Outra questão que merece ser comentada é a de que Institutos Tecnológicos Federais e outras faculdades públicas também possuem cursos Tecnológicos de Segurança no Trabalho.
    Posso afirmar que, muito antes do que se possa imaginar, os novos cursos, tanto de Tecnologia quanto graduação em Engenharia de Segurança no Trabalho serão regulamentados.
    É um processo natural.
    Inicialmente a Engenharia era um curso Militar. Por necessidade surgiu a Engenharia CIVIL, e posteriormente todas as outras Engenharias conhecidas hoje.
    Será que o Brasil é um país que não precisa evoluir?

    ResponderExcluir
  6. Pra que evoluir? se você pensar esses caras que são técnicos hoje e estão acomodados teriam que se mexer e voltar a estudar! Dai onde fica a preguiça? E como toda boa profissão sempre tem que ter um graduado na frente da equipe coordenando os tecnicos.....

    ResponderExcluir
  7. CAROS LEITORES QUERO DEIXAR CLARO QUE O CURSO DE TECNÓLOGO
    JÁ ESTA SIM RECONHECIDO TANTO PELO MEC E TAMBÉM PELO MTE POIS O DEVIDO CURSO JÁ TEM CBO 214935

    ResponderExcluir

Postar um comentário

As informações disponibilizadas nesse Blog são de caráter genérico e sua utilização é de responsabilidade exclusiva de cada leitor.

Postagens mais visitadas

O USO DO LEITE COMO DESINTOXICANTE NAS INDÚSTRIAS – DDS.

Fábula da xícara cheia – DDS de reflexão.

QUANTO CUSTA UM ACIDENTE? – DDS