FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS - DDS.

Os pequenos e grandes acidentes geralmente acontecem da mesma maneira.
 
Os eventos que acabam em acidentes são os mesmos, porém os resultados são bastante diferentes.
 
Suponhamos, por exemplo, que um martelo esteja frouxo no cabo:
 
Um dia um colaborador tenta usá-lo, batendo em um objeto em cima da bancada.
 
A cabeça do martelo solta para longe, batendo em uma parede de concreto, caindo ao chão, não ferindo ninguém e não causando qualquer dano a propriedade.
 
Em outra ocasião, quando a cabeça do martelo sai do cabo, ela vai de encontro a uma pessoa que estava passando por perto, ferindo-a seriamente.
 
As circunstâncias foram inicialmente às mesmas em ambos os casos, mas os resultados foram diferentes.
 
E lembre-se que a verificação se as ferramentas e equipamentos estão em ordem é o primeiro passo, não apenas para uma operação segura, mas também, para uma operação eficiente.
 
Podemos afirmar que dez por cento dos acidentes que ocorrem dentro de uma empresa, está relacionado com ferramentas inadequadas e ou defeituosas, portanto a inspeção das mesmas antes do uso é fundamental.
 
 
“Prevencionista, se você gostou participe, seja um seguidor e compartilhe com seus amigos e um dia verá que essa sua atitude fez parte da sua história”.

Comentários

Postagens mais visitadas

O USO DO LEITE COMO DESINTOXICANTE NAS INDÚSTRIAS – DDS.

Fábula da xícara cheia – DDS de reflexão.

QUANTO CUSTA UM ACIDENTE? – DDS