Somos membro de equipe multidisciplinar de segurança do trabalho com vasta experiência em projetos de gestão na área da Prevenção de Acidentes, possuímos portfólio completo visando assessorar sua empresa na tomada de decisões relacionadas a SMS.
Desenvolvemos projeto de Segurança e Prevenção, acompanhamos o andamento dos trabalhos e realizamos treinamentos.
Contato:
marciovaitsman@yahoo.com.br - marciovaitsman@gmail.com - http://twitter.com/SMSeg
PEDOFILIA, DENUNCIE. DISQUE 100

4 de janeiro de 2016

O stress, inimigo do trabalhador.


Como muitos já sabem, o stress é a doença do século, e os trabalhadores não estão livres de serem vítimas dessa doença.
 
Mas por que doença não seria a ausência de saúde física? a ciência considera o stress uma doença?
 
Bom, segundo alguns estudiosos, o conceito de doença vai muito além do que se diz. A doença não se resume apenas em problemas físicos, mas também em problemas psicológicos e psicossociais que podem afetar de forma negativa a mente e o comportamento dos indivíduos.
 
Para que os empregados das empresas possam desenvolver melhor as atividades laborais, é fundamental que estes estejam em condições de bem-estar emocional saudáveis.
 
Vejo que quando pensamos na prevenção de acidentes ou doenças dos trabalhadores, devemos também, não pensar apenas, na segurança física, mas também devemos olhar para todos os ângulos, sejam eles físicos, psicológicos e psicossociais.
 
Segundo as palavras de um pesquisador da área de Sociologia da saúde e segurança do trabalho, a segurança psicológica interfere na personalidade individual de cada pessoa e que tem que ver com os níveis de conhecimento e os padrões culturais adquiridos. Trabalhador que não se sinta bem consigo mesmo, não pode executar trabalho seguro, nem pode inspirar confiança e segurança aos seus colegas de trabalho.
 
As principais causas dos acidentes de trabalho e das doenças profissionais prevalecem das causas humanas e, em especial, dos fatores psicológicos e psicossociológicos causados pelo stress dos empregados.
 
Assim sendo, fica evidente que o acidente do trabalho ou doença adquirida pelo trabalhador, não estão apenas ligados aos aspectos físicos do ambiente de trabalho, mas também estão relacionados às causas de origem emocionais estressantes.
 
E muitas vezes, além de técnicos, teremos que desempenhar papel de “psicólogo” e “sociólogo”, resumindo, temos que ser multifuncionais de conhecimento paralelos.
 
O Segurito/Cláudia Regina.
 
 
Para uma categoria profissional a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As informações disponibilizadas nesse Blog são de caráter genérico e sua utilização é de responsabilidade exclusiva de cada leitor.