VOCÊ TEM BOA PERCEPÇÃO DE RISCOS – DDS.

 
Vamos falar hoje sobre a percepção de riscos, que na verdade é o ato de tomar contato com um perigo por meio dos sentidos (audição, tato, visão, olfato). Quero dizer, sermos capazes de identificar perigos e reconhecer os riscos.
 
O que é perigo?
 
É circunstância potencialmente capaz de acarretar algum tipo de perda, danos ou prejuízo ambiental, material ou humano, podemos citar como exemplo a hélice de um ventilador em funcionamento.
 
O que é risco?
 
Já o risco expressa a probabilidade esperada de ocorrência dos efeitos do perigo, exemplo a hélice do ventilador está lá afixada no aparelho de ventilação, podemos evitar o perigo instalando uma grade de proteção.
 
Vou explicar melhor com outro exemplo:
 
Por exemplo, o transito de uma determinada avenida/rua é um perigo, está lá não temos como modificar não é verdade.
 
Atravessar essa avenida/rua fora da passarela, pular a mureta, isso é um risco.
 
O perigo que é o transito que está presente lá e, pode ser neutralizado caso construirmos uma passarela ou se instalarmos um sinal de transito.
 
Mas se colocado sinal de transito, estaremos apenas controlando o risco, porque um automóvel pode avançar o sinal vermelho e atropelar as pessoas que estão atravessando na faixa.
 
Para que esse perigo seja eliminado, será necessária a construção de uma passarela ou túnel no local.
 
Para que possamos evitar o perigo, necessitamos pensar antes de agir, analisar e tomar as medidas necessárias para mitigar os riscos e evitar os acidentes.
 
Marcio Santiago Vaitsman
 
 
Para uma categoria profissional a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado.

Comentários

Postagens mais visitadas

O USO DO LEITE COMO DESINTOXICANTE NAS INDÚSTRIAS – DDS.

Fábula da xícara cheia – DDS de reflexão.

QUANTO CUSTA UM ACIDENTE? – DDS