Somos membro de equipe multidisciplinar de segurança do trabalho com vasta experiência em projetos de gestão na área da Prevenção de Acidentes, possuímos portfólio completo visando assessorar sua empresa na tomada de decisões relacionadas a SMS.
Desenvolvemos projeto de Segurança e Prevenção, acompanhamos o andamento dos trabalhos e realizamos treinamentos.
Contato:
marciovaitsman@yahoo.com.br - marciovaitsman@gmail.com - http://twitter.com/SMSeg
PEDOFILIA, DENUNCIE. DISQUE 100

8 de março de 2016

Gases liquefeitos de petróleo – DDS.

Os “principais gases liquefeitos do petróleo que utilizamos na indústria e no lar, são “Propano e “ Butano”.
 
Estes gases, como sabemos, são usados em soldas e corte nas indústrias, assim como, em nossas casas estão presentes nos botijões de gás de cozinha e isqueiro.
 
Qual o principal risco no manuseio dos mesmos?
 
Sendo gás mais pesado do que o ar, quando houver vazamentos, ficarão acumulados no nível do chão, poderá haver explosões caso alguém utilize chama ou provoque uma faísca no ambiente.
 
Consequência: Pode haver aumento da temperatura, com possíveis vazamentos, incêndios e explosões.
 
Quais os critérios para estocagem destes botijões?
 
As áreas devem ter boa ventilação;
 
Os botijões devem estar distantes dos cilindros de oxigênio;
 
Devem ficar na posição vertical.
 
E por que se deve evitar o contato destes gases com a pele?
 
Estes gases têm a propriedade de se evaporar muito rapidamente e na evaporação, absorvem calor que ao ser expelido subitamente, gela o gás, e pode provocar queimadura na pele pela ação do frio.
 
Recomendações:
 
Um isqueiro a gás carregado com Butano ou Propano, caso venha a explodir, equivale a “3 bananas de dinamite”.
 
Por isso todo o cuidado é pouco. Por esses e outros motivos, deve-se evitar utilizar isqueiro para acender o forno, fogão e maçaricos.
 
Portanto, existe alto risco de acidente no manuseio desses gases, transportar isqueiro no bolso da camisa ou da calça, constituindo-se em prática perigosa.
 
 
Para uma categoria profissional a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado e, quem não luta pelo seu direito, não é digno dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As informações disponibilizadas nesse Blog são de caráter genérico e sua utilização é de responsabilidade exclusiva de cada leitor.