Somos membro de equipe multidisciplinar de segurança do trabalho com vasta experiência em projetos de gestão na área da Prevenção de Acidentes, possuímos portfólio completo visando assessorar sua empresa na tomada de decisões relacionadas a SMS.
Desenvolvemos projeto de Segurança e Prevenção, acompanhamos o andamento dos trabalhos e realizamos treinamentos.
Contato:
marciovaitsman@yahoo.com.br - marciovaitsman@gmail.com - http://twitter.com/SMSeg
PEDOFILIA, DENUNCIE. DISQUE 100

15 de março de 2016

Segurança em Laboratórios - DDS.

Independentemente do tipo do laboratório químico, são imensos os riscos existentes nesses ambientes de trabalho, precisamos trabalhar com muita atenção.
 
Riscos químicos: vapores, poeiras, fumos, névoas, gases, compostos ou produtos químicos em geral.
 
Riscos físicos: ruídos, vibrações, radiações ionizantes, não ionizantes, frio, calor, pressões anormais.
 
E em alguns casos há presença de riscos biológicos como: vírus, bactérias, protozoário, fungos, parasitas, bacilos entre outros.
 
A experiência nós mostra que os acidentes em laboratórios ocorrem principalmente devido às seguintes causas básicas:
 
falta de organização no laboratório, ar comprimido;
 
sistema de vácuo;
 
instalações elétricas inadequadas;
 
uso incorreto de equipamentos;
 
estocagem e transporte inadequados de produtos químicos;
 
uso de vidrarias com defeito;
 
desconhecimento ou negligência das técnicas corretas de trabalho;
 
trabalhos realizados por pessoa não habilitada;
 
não observância das normas de segurança;
 
utilização incorreta ou o não uso de equipamentos de proteção individual e coletivo;
 
falta de percepção do risco/perigo;
 
manutenção inexistente ou inadequada de capelas;
 
manuseio de autoclaves;
 
manuseio de misturadores;
 
manuseio de trituradores;
 
centrifugas; secadores;
 
estufas e uso indevido de cilindro de gases, dentre outros.
 
Normalmente os acidentes que ocorrem em laboratórios químicos, é intoxicação, queimaduras, cortes, queimaduras químicas, choque elétrico, incêndios, explosões, contaminação por agentes químicos, e exposição às radiações ionizantes e não ionizantes.
 
Podemos minimizar esses riscos, até mesmo eliminá-los mediante o treinamento constante dos profissionais, conscientizando-os sobre o uso coreto dos equipamentos proteção individual e coletivo, proceder a auditoria comportamental regularmente e manter programa de manutenção preventiva nos equipamentos.
 
 
Para uma categoria profissional a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado e, quem não luta pelo seu direito, não é digno dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As informações disponibilizadas nesse Blog são de caráter genérico e sua utilização é de responsabilidade exclusiva de cada leitor.