Vamos falar da DENGUE – DDS.


A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo.
 
A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que milhões de pessoas se infectem anualmente em vários países dos cinco continentes, exceto a Europa, estima-se que cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil possam morrer em consequência da dengue.
 
A única maneira de evitar a dengue é não deixar o mosquito nascer.
 
Não deixe a água, mesmo limpa, ficar parada em qualquer tipo de recipiente como:
 
Garrafas; Pneus; Pratos de vasos de plantas; Xaxim; bacias e Copinhos descartáveis.
 
É necessário acabar com os criadouros (lugares de nascimento e desenvolvimento dele).
 
Tampar sempre as caixas d'água, poços e cisternas, assim como quaisquer outros depósitos de água onde as larvas (0vos) dos mosquitos possam se reproduzir.
 
Uma boa solução é trocar a água por aréia nos pratinhos de plantas.
 
Limpe as calhas e as lajes das casas.
 
Lave bebedouros de aves e animais com uma escova ou bucha e troque a água regularmente.
 
Guarde as garrafas vazias de cabeça para baixo e mantenham os ralos bem fechados.
 
Joguem no lixo copos descartáveis tampinhas de garrafas, latas e tudo o que acumula água.
 
Mas atenção: o lixo deve ficar o tempo todo fechado.
 
Dá trabalho mais vele apena é furar com agulha as folhas das bromélias para não acumular água.
 
Sintomas prováveis da dengue:
 
Fortes dores na cabeça e Febre Alta;
 
Dores musculares e nas juntas,
 
Falta de apetite;
 
Náuseas e vômitos.
 
Os sintomas da dengue são semelhantes aos da gripe, em caso de dúvida não vacile, procure imediatamente um médico.
 
 
"Prevencionista, se você gostou, seja um seguidor e compartilhe com seus amigos e um dia verá que essa sua atitude fez parte da sua história”. 

Comentários

Postagens mais visitadas

O USO DO LEITE COMO DESINTOXICANTE NAS INDÚSTRIAS – DDS.

Fábula da xícara cheia – DDS de reflexão.

QUANTO CUSTA UM ACIDENTE? – DDS