CUIDADOS COM A PELE – DDS.

Em um artigo que li no mês passado sobre a pele, se dizia que as enfermidades da pele, as quais se conhecem pelo nome de Dermatites, multiplicou-se na segunda metade deste século devido ao grande aumento do manuseio desses produtos químicos nas indústrias.

A pele é um tecido muito sensível que cobre todo nosso corpo, vivemos sem nenhum exagero dentro de uma cápsula, que é a nossa pele.

A pele das pessoas adultas, como nós, tem extensão de mais de 3 m2 (três metros quadrados). Apesar de fina a pele é muito resistente, contém entre dois e três milhões de glândulas de suor, as quais despejam ao exterior cerca de um litro por dia durante os meses quentes.

Se não tivéssemos a pele, não poderíamos sentir nada ao tocar objetos ou pessoas; a pele é uma camada misteriosa entrelaçada de delicados circuitos elétricos, antenas, cabos, interruptores, tecidos e muitos outros mecanismos, recebem um terço do sangue do corpo, a pele é um órgão vivo que, como uma árvore, elimina as células (vermelha) mortas e desenvolve outras novas que as substituem.

Quando tiverem tempo, em casa, ou em qualquer outro lugar, pensem um pouco em tudo isto que lhes disse, e se convencerão que a pele protege o funcionamento interno dos órgãos mais importante de nosso corpo, se a ferirmos, abrimos uma brecha por onde pode entrar toda espécie de germes e vírus que podem atacar nossos órgãos internos.

É muito importante protegermos nossa pele para que esta possa proteger nosso corpo, não devemos expô-la a vapores irritantes e líquidos e a atritos de materiais que possam feri-la e a melhor forma de conseguir isto é usando a proteção individual de que melhor se ajuste ao trabalho específico que realizemos.

E não só devemos protegê-la aqui, dentro da fábrica, mas também fora, há pessoas que não se preocupam se queimam sua pele por exporem-se demasiadamente ao sol, só quando o médico lhes diz que contraíram câncer por terem exposto sua pele excessivamente aos raios ultravioletas do sol, é quando começam a valorizar sua pele, mas já é demasiado tarde.

Outras pessoas não dão nenhuma importância aos arranhões, cortes ou picadas que sofrem em sua pele, não se preocupam em ir à caixa de primeiros socorros e desinfetar essas pequenas lesões.

Qualquer lesão, por menor que seja, pode causar inflamações graves em nosso corpo.

No artigo que lhes mencionei no princípio, dizia que se todos os trabalhadores do mundo se lavassem com água e sabão depois se ter exposto em contato com algum produto químico, pós ou alguma outra substância se eliminariam mais de setenta e cinco por cento das enfermidades da pele que se contraem na indústria.

Espero que estes cinco minutos que dedicamos ao tema de pele lhes ajudem a apreciá-la mais no futuro, protegendo-a dos perigos que podem feri-la. E tenham sempre em mente, que se nós não protegemos a pele, a pele não protegerá o interior de nosso corpo.



Comentários

Postagens mais visitadas

O USO DO LEITE COMO DESINTOXICANTE NAS INDÚSTRIAS – DDS.

Fábula da xícara cheia – DDS de reflexão.

QUANTO CUSTA UM ACIDENTE? – DDS